Dor ou Peso na coluna, que desconforto é este?

Dicas e Notícias

A coluna vertebral é formada por vertebras, discos intervertebrais, nervos, músculos, medula e ligamentos. Essa região é onde concentra – se a maior parte dos problemas e as dores, a musculatura deste local da força para movimentos e estabilidade da coluna, permitindo que o ser humano fique de pé.

Os músculos abdominais são muito importantes, pois atuam junto com os da coluna para a manutenção da postura em pé, como estabilizadores dos movimentos dos braços e pernas.

Sentir dor na coluna, tomar analgésico e não preocupar com as posturas adotadas durante as atividades de vida diária e não considerar os aspectos ergonômicos do ambiente de trabalho é comum nas pessoas, o que elas não sabem é que com o passar do tempo ocorre desgaste articular da coluna, trazendo hérnia de disco e ou osteófitos ( bico de papagaio ) e outros problemas ás vezes irreversíveis à coluna vertebral.

Os fatores de risco formam um conjunto de sintomas de dor, com deficiência do condicionamento físico, má postura, pequenos traumas e outros, os mais comuns são os desvios posturais que são adquiridos através da busca da postura de alívio da dor, mantendo assim uma postura errada por muito tempo, causando alterações nas curvaturas normais da coluna, tornando – a vulnerável a trauma e tensões, formando várias deformidades na coluna vertebral como:

- HIPERLODOSE: aumento anormal da curva lombar, músculos abdominais fracos e um abdômen protuberante, são fatores risco. A dor ocorre durante as atividades que envolvem a extensão da coluna lombar, como ficarem em pé por muito tempo.

- CIFOSE: vulgarmente conhecida como corcunda esse desvio é o aumento anormal da concavidade posterior da coluna vertebral. A má postura e o condicionamento físico insuficiente são as causas mais importantes dessa deformidade.

- ESCOLIOSE: é a curvatura lateral da coluna vertebral, onde é mais comum em criança e adolescente e deve – se prestar bastante atenção.

- HÉRNIA DE DISCO: é o resultado de diversos e pequenos traumas na coluna que vão, com o passar do tempo, lesando as estruturas do disco intervertebral, ou pode acontecer como consequência de um trauma severo sobre a coluna. Ela surge quando o núcleo do disco intervertebral migra de seu local (centro do disco para periferia) em direção ao canal medular ou nos espaços por onde saem às raízes nervosas, levando á compressão desta e provocando dor formigamento.

- OSTEOFITOS (BICO DE PAPAGAIO): permanência de postura errada ao longo do tempo as lesões das articulações vertebrais, dando origem à formação de osteófitos, protuberância progressiva do anel fibroso do disco intervertebral cujos efeitos são agravados pela desidratação do disco intervertebral causando aproximação das vertebras comprimindo raiz nervosa e causando dores.

Rever os hábitos posturais, avaliar os fatores psico – somáticos do individuo, ergonomia do local de trabalho, rever o diagnóstico do problema e procurar um profissional qualificado, saber avaliar para escolher o método correto de tratamento postural, seguir as orientações de profissionais da areia é importante para a melhora. A realização de atividades física como caminhada, hidroginástica, natação, ciclismo que fazem parte do tratamento e da prevenção de dores na coluna, com o intuito de melhorar o condicionamento físico.

O individuo que exercita regularmente sofrem menos de dor na coluna e por outro lado, o que exagera tem grande chance de contrair dor ou desconforto na coluna. O exercício praticado regularmente e de forma progressiva leva ao ganho de força muscular e resistência, protege as estruturas da coluna contra desgastes.

Os músculos abdominais coordenam os músculos dorsais, no suporte contra a ação da gravidade e ajuda na manutenção da postura. Quanto mais os músculos abdominais forem fortalecidos melhor será a postura do individuo e a tensão dos músculos da coluna e consequentemente menor a sensação de peso e dor, até chegar ao alívio total deste desconforto.

Para quem quer iniciar atividade física, mais tem dores na coluna e mesmo quem não tem dor na coluna quer prevenir, o certo é primeiramente procurar um médico e fazer os exames necessários, depois com a liberação deste, fazer avaliação com o fisioterapeuta para receber orientações para antes, durante e depois, ou seja, em sua atividade de vida diária e na prática de exercícios de fortalecimentos abdominais em equipamentos de ginásticas, com a postura correta para que os movimentos possam fluir com ótimo desempenho durante os exercícios com cargas. Se a carga for maior que o suportável leva a sobre carga na coluna ocasionando desgaste nas estruturas vertebrais, consequentemente aparecimento da dor.

Seguir as orientações é de suma importância para você viver bem com a coluna que você tem.

Tratamento:

- Acupuntura: está entre os tratamentos mais eficazes para combater as dores na coluna. É diferente do que muitos pensam a técnica chinesa não só alivia a dor, como também diagnostica as causas e melhora das condições físicas do paciente.

- Pilates: É um método de alongamento e fortalecimento que utilizam molas e o peso do próprio corpo, para reeducar os movimentos, restabelecer, aumentar a flexibilidade e força muscular, melhorar a respiração, corrigir a postura e prevenir lesões. Não traz impactos nocivos para as articulações, ligamentos e musculaturas.

Os exercícios são rítmicos de força e alongamento e demandam concentração e controle do corpo. Ao invés de realizar várias repetições, o método pilates requer que os exercícios sejam feitos com menos repetições e com movimentos precisos.

Portanto, o pilates trabalha tanto a consciência corporal, reformulando uma nova postura de forma correta, mas também trás benefícios na concentração, equilíbrio e coordenação motora.

“A dor crônica pode levar a contratura muscular secundária e desvios na coluna. Ou seja, o que ocorre na prática é um círculo vicioso que perpetua a dor. A fisioterapia motora e postural como o pilates, por exemplo, é de suma importância no tratamento destes pacientes”.( Revista médico e você – número 2)

- RPG (reeducação postural global): É uma técnica da fisioterapia criada na década de 70 pelo francês PHILIPPE SOUCHARD. Atua tanto de forma terapêutica quanto de forma preventiva. Os benefícios são amplos, com efeitos comprovados no tratamento das mais variadas enfermidades causadoras de dor e também utilizada para proteger as articulações contra os processos degenerativos. Em crianças e jovens, previne as consequências da má postura.

O RPG busca corrigir a musculatura, partindo do princípio que os músculos estão interligados em cadeias, amarrados uns aos outros. Desta forma, é fácil imaginar que um problema em princípio localizado vai aos poucos se propagando e que a dor se manifesta longe do seu local de origem. Por esta razão, o RPG trata o paciente com todo e não somente a patologia (local).

A técnica e baseada em posturas específicas que tem como foco o alongamento muscular, o trabalho respiratório e o fortalecimento de músculos fundamentais para a melhora do alinhamento postural. O paciente deve ter participação ativa durante o tratamento, a consciência corporal envolvida no processo pode ser usada em qualquer idade nesta técnica, sendo que os objetivos principais de que procura o tratamento é elevado como alívio de dores, alinhamento postural, prática de atividade física sem dor, bem – estar, ganho de flexibilidade muscular, prevenção, instabilidade de processo degenerativo, dores na coluna e outros.

DICAS IMPORTANTES

- Segundo a Organização Mundial de Saúde ( OMS ), as dores nas costas já atingem 85 em cada 100 indivíduos.

O problema em grande parte dos casos é provocado pela falta de atividade física aliada à má postura. Faça exercício físico regularmente de forma progressiva, sem exageros.

- Troque o colchão regularmente, eles têm a idade média de oito anos. Com o tempo, a espuma perde sua capacidade de sustentação fazendo com que os discos intervertebrais sejam projetados, provocando dores e fazendo as pessoas virar – se na cama várias vezes na noite, tudo resulta em dor, é indispensável dormir bem. Associe sempre seu peso sua altura com a densidade da espuma do colchão na hora da compra, para não compra o colchão errado.

- Nunca faça exercícios abdominais com as pernas estendidas para frente, forçar a coluna lombar pode causar lesões.

- O melhor exercício para dores na coluna e aquele que fortalece, alonga, equilibra a musculatura e envolve a coluna vertebral, principalmente a coluna lombar.

 

“Se um indivíduo tem 20 anos e está encurtado, é um velho”. Porém se tem 60 anos e tem flexibilidade e força é um jovem.” – JOSEPH PILATES